Buscar

Técnicas de Douração na Arte Sacra

Douração. douradura, douramento ou banho de ouro. Estes são alguns dos nomes referentes à técnica que consiste em cobrir superfícies com ouro em suas diferentes formas. Atualmente, essa técnica é realizada por meio da fixação de folhas superfinas, utilizada na restauração de móveis, entalhes, molduras, painéis e, claro, na arte sacra.


Historicamente, a aplicação de ouro em camadas ou como revestimento cumpria funções importantes, além da aparência decorativa e valiosa. Por trás do prestígio, havia o simbolismo da cor em atos religiosos, atendendo à iconografia original de diversas imagens. Da mesma forma, a douração era muito utilizada como forma de garantir a durabilidade das peças, tornando-as mais resistentes à corrosão, por exemplo.



Sant´Ana Mestra Folheada
Sant´Ana Mestra Folheada a Ouro pelo Ateliê.

Para desenvolver a técnica tradicional de douração, obtendo a cobertura de camada finíssima, são utilizados, atualmente, alguns materiais básicos além da superfície escolhida - madeira ou gesso - e da própria folha de ouro. Goma laca, verniz mordente e betume são alguns deles, além de acessórios que podem ser úteis, como esponjas, pincéis e lixas.


Porém, por ser um processo muito antigo, a douração tem uma trajetória de avanços que vão além desse kit básico. Listamos, abaixo, algumas técnicas interessantes dessa linha do tempo.


Douração de Fogo

Considerada a técnica de douração mais antiga da história, tem sido muito utilizada na Rússia desde o século IX - onde era chamada de ouro queimado. Consiste em aquecer ouro de alta qualidade dissolvido em mercúrio até que o mercúrio evapore. O processo garante alta resistência à corrosão e durabilidade do revestimento, exigindo, porém, a manutenção de um metal altamente tóxico como o mercúrio.

Este procedimento foi muito presente na arquitetura, podendo ser visto em cúpulas de catedrais em São Petersburgo e no icônico Portão Dourado da Catedral da Natividade, em Suzdal, também na Rússia.


Cathedral of the Nativity. Suzdal
Catedral da Natividade, Suzdal, Rússia. Foto: Unesco

Dourado da Cerâmica

Técnica realizada há séculos em porcelanas e louças de barro. Após a aplicação, a peça decorada é cozida em forno para fundir o ouro ao esmalte e garantir permanência e durabilidade. Fatores como tipo de ouro aplicado, estado da superfície antes da aplicação, espessura da camada e condições da queima afetam a qualidade do revestimento.


Douração com Ouro em Pó

Aplicação de ouro em pó misturado com cobre. Técnica sofisticada realizada por meio de eletrólise, com resultados nem sempre duradouros.


Douração com Cera

Técnica realizada com cera especial para douração. A cera é aplicada após a limpeza e preparação da peça com tinta para douração, utilizando um pano ou pincel embebido em terebintina.


Douração com Cera
Douração com Cera. Foto: CulturaMix.com


Douração à Óleo e à Água

Utilizado para dourar superfícies metálicas, de gesso, de pedra e interiores.


Douração à Argila

Utilizado para dourar superfícies de madeira e interiores. É o mais difícil e caro procedimento, além de demorado.


Douração Mecânica

Neste processo, a folha de ouro é preparada e presa à superfície de forma mecânica. O método de dobrar ou martelar folhas de ouro é um dos mais simples e antigos da história, mencionado, inclusive, no Antigo Testamento. Vale lembrar que hoje a folha de ouro é mais final que o papel comum, quase semitransparente, mas nos tempos antigos, chegava a ser cerca de dez vezes mais espessa - possivelmente metade disso na Idade Média.



Douração Mecânica
Douração Mecânica. Foto: Wikipédia


Depleção dourada

Este processo foi descoberto na Mesoamérica pré-colombiana, onde peças são desenvolvidas a partir de uma liga de cobre e ouro, denominada tumbaga pelos espanhóis. A superfície é gravada com ácidos, o que leva a uma camada de ouro poroso que, após polimento, resulta em uma superfície dourada e brilhante. A técnica se expandiu e hoje é base da Keum-boo - procedimento coreano de douramento de prata que utilizada douramento por depleção.



Keum-boo em processo
Keum-boo em processo. Foto: Interweave

No nosso canal do Youtube, reunimos algumas peças desenvolvidas pelo Ateliê com diferentes técnicas a partir da douração. Inscreva-se!


Fontes: Hisour, CulturaMix


19 visualizações